Tendências para as cidades
03 Mai/2024 a 30 Ago/2024 10h - 12h

Online


Tendências para as cidades

Tendências para as Cidades é uma série de webinários promovida pela Frente Nacional de Prefeitas e Prefeitos (FNP) que tem como objetivo reunir pessoas com conhecimento e experiência para debater assuntos que norteiam as políticas públicas municipais.

Ao longo de quatro meses, a FNP promoverá 30 encontros virtuais com temas específicos em áreas como desenvolvimento sustentável, mobilidade e transporte, saúde, implementação de novas tecnologias, comunicação, educação, dentre outras, de forma alinhada à Agenda 2030 e aos ODS.

PROGRAMAÇÃO

02/07/2024

10h - 12h
Requer inscrição
14º Segurança pública e prevenção da violência nos municípios

União, Estados e Municípios têm responsabilidade no processo de construção de uma sociedade mais segura. Os municípios têm o dever de elaborar seus Planos Municipais de Segurança Pública de forma integrado aos demais entes federativos, ação fundamental para uma efetiva implementação da Política Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, 2021-2030 - Lei nº 13.675/18.

Neste contexto, debater as ações de segurança à cargo dos municípios se tona uma estratégia de fundamental para que pré-candidatos possam incluir em seus Planos de Governos ações estratégias de segurança integrada, e diretrizes para a elaboração de seus Planos Municipais de Segurança Pública.

Online

04/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
6º A participação efetiva da sociedade na administração municipal

Cada vez mais a sociedade tem se organizado no sentido de participar e cobrar a elaboração de políticas públicas eficientes. Ajudar na organização social com a formação de associações, conselhos e grupos temáticos que possam contribuir com o desenvolvimento e implantação de políticas públicas, pode ser uma estratégia eficiente na segurança das relações entre a gestão e a sociedade. 

 

O painel vai debater o planejamento da administração participativa, trazer casos que promoveram o avanço das gestões municipais e pontuar desafios que os gestores públicos podem vir a enfrentar, quando se administra fora do gabinete.

Online

05/07/2024

10h - 12h
Requer inscrição
15º Acolhimento e políticas públicas para grupos específicos da população

A construção de PPs eficazes para o acolhimento de idosos, mulheres, pessoas negras e grupos LGBTQIAP+ requer uma abordagem integrada. É imperativo que o Estado assuma seu papel central na promoção de um ambiente seguro, inclusivo e que garanta o acesso universal aos cuidados essenciais para todos os cidadãos, no entanto, os municípios têm um desafio urgente de acolhimento destes e outros grupos específicos que vivem a rejeição familiar, a discriminação e a violência física e psicológica.

O debate quer trazer orientações sobre a segurança, empregabilidade, capacitação profissional, acesso à saúde e outras PPs de acolhimento a essa população.

Online

07/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
7º A tarifa zero no transporte urbano é viável?

Debatida há mais de 30 anos em todo o mundo, a tarifa zero no transporte público coletivo já foi adotada por mais de 100 cidades no Brasil. No entanto, sua implementação tem sido restrita a cidades de pequeno e médio porte, especialmente devido ao alto custo dos sistemas de ônibus e sobre trilhos e à escassez de recursos públicos ou subsídios cruzados. 

 

Tendências para as Cidades vai promover um debate sobre a viabilidade da política para médios e grandes municípios, pontuar possíveis problemas que possam ser enfrentados como a superlotação e o uso indiscriminado do transporte, as possíveis fontes de financiamento e a contrabalança da arrecadação municipal, bem como evidenciar os desafios e potencialidades da sua implementação.

Online

09/07/2024

10h - 12h
Requer inscrição
16º Educação em tempo integral

Este webinário discutirá os benefícios e desafios da implementação da educação integral nos municípios.

Serão abordadas estratégias para a ampliação do tempo escolar e a integração de atividades extracurriculares, visando um desenvolvimento holístico dos estudantes, conforme os objetivos do ODS 4.

Online

11/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
8º Como reduzir mortes e lesões no trânsito

Todos os anos, cerca de 40 mil pessoas morrem no trânsito no Brasil, além das dezenas de milhares de feridos. Em 2011, quando a ONU lançou o programa “1ª Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, o Brasil era o 5º país com mais mortes no trânsito em todo o mundo. Além das inestimáveis perdas humanas, estima-se que o custo dos sinistros de trânsito para o país esteja em torno de 50 bilhões de reais. 

 

O painel busca debater estratégias e políticas para a redução de mortes e lesões no trânsito nas cidades brasileiras, de forma alinhada às metas da Década de Ação Global pela Segurança no Trânsito da ONU e as ações definidas no Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito. 

Online

12/07/2024

10h - 12h
Requer inscrição
17º Equidade Racial na educação municipal

O Ministério da Educação instituiu neste ano (Portaria 470/2024) a Política Nacional de Equidade, Educação para as Relações Étnico-Raciais e Educação Escolar Quilombola - PNEERQ., por meio da qual União, estados, Distrito Federal e municípios deverão implementar ações e programas educacionais voltados à superação das desigualdades étnico-raciais na educação brasileira e à promoção da política educacional para a população quilombola.

Os caminhos que futuros prefeitos(as) devem traçar para promover a educação equalitária nas escolas municipais, promover uma formação continuada dos educadores e contribuir para a superação das práticas racistas na educação municipal devem ser focos deste episódio. 

Online

14/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
9º Preparação e adaptação das cidades às mudanças climáticas

A maioria da população brasileira hoje vive nos centros urbanos, estando assim suscetível aos efeitos da emergência climática que alteram o regime de chuvas e aumentam a frequência de eventos extremos. Diante desse cenário não é suficiente apenas mitigar os danos, mas acima de tudo, pensar estratégias de adaptação permanente para os riscos da mudança do clima. 

 

O painel busca compartilhar estratégias já existentes de preparação e adaptação das cidades às mudanças climáticas, de modo a facilitar e democratizar o acesso a soluções pertinentes às cidades.

 

O Tendências para as Cidades vai promover um debate sobre a viabilidade da política para médios e grandes municípios, pontuar possíveis problemas que possam ser enfrentados como a superlotação e o uso indiscriminado do transporte, as possíveis fontes de financiamento e a contrabalança da arrecadação municipal, bem como evidenciar os desafios e potencialidades da sua implementação.

Online

16/07/2024

10h - 12h
Requer inscrição
18º A insuficiência da receita tarifária no transporte

O transporte público coletivo é a espinha dorsal dos sistemas de mobilidade urbana nas cidades. No entanto, enfrenta, há décadas, problemas estruturais e conjunturais que se manifestam na queda progressiva de qualidade e de passageiros. Dentre outros fatores, isso é causado por questões relacionadas à forma de financiamento, baseada nas tarifas cobradas dos usuários, e de remuneração, baseada no pagamento por passageiro transportado. 

 

O painel busca debater modelos inovadores de estruturação do transporte público e possíveis fontes de financiamento a nível local e nacional e a viabilidade da Cide financiar a melhoria e a ampliação do transporte público.

Online

18/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
10º Cidades esponjas e ações para mitigar os impactos das enchentes

As mudanças climátivas são uma realidade que cobram desafios imediatos dos gestores públicos. As enchentes no Rio Grande do Sul sao provas concretas de que há muito o que fazer para preparar as cidades para todas essas mudanças que estamos vivendo.

Os exemplos adotados na Europa e nos EUA de criar as chamadas cidades esponjas podem ser uma saída interessante, assim como compreender quais são os casos em que se aplicam políticas de barreiras naturais e construção de diques, e quais as estratégias os municípios brasileiros podem adotar para avançar na implementação de políticas públicas que considere as relação das cidades com os seus rios.

Online

19/07/2024

10h - 12h
Requer inscrição
19º Planejamento da arborização urbana

Ao longo do processo de formação dos centros urbanos as árvores nativas foram destruídas e/ou substituídas por de outras espécies. A busca por uma beleza cênica ou mesmo a tentativa de minimizar as ilhas de calor nas cidades fez com que árvores de grande porte fossem plantadas em disputa às galerias de águas, pavimentação e sistema de energia, o que se tornou um “problema” nos grandes centros. Por outro lado, o aquecimento global tem exigido que as cidades repensem suas relações com as árvores que, em alguns casos, podem ajudar a reduzir a temperatura do ambiente em até 5º.

Nesse sentido, o planejamento para o plantio, manutenção e recuperação arbórea dos centros urbanos se torna um desafio claro para os gestores públicos municipais. 

Online

21/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
11º Como elaborar Planos de Governo

Um Plano de Governo é um documento obrigatório e que deve ser entregue à Justiça Eleitoral. Apesar da legislação não cobrar um formato específico do documento, em hipótese alguma um Plano de Governo deve ser tratado como formalidade, já que ele será o norteador das condutas administrativas de uma futura gestão e pode fazer diferença na corrida eleitoral.

A partir desta premissa, pré-candidatos a prefeito e prefeita das cidades brasileiras devem se preocupar desde já em elaborar um Plano de Governo eficiente e que no futuro possa efetivar as políticas públicas e as propostas apresentadas. Mas como elaborar um Plano de Governo? É o que o Tendências para as Cidades irá debater neste episódio.

Online

24/05/2024

10h - 12h
4º Atenção básica: Desafios para a cobertura vacinal

Por diferentes motivos, o período pandêmico iniciado em 2020, registrou quedas significativas da imunização de crianças em pelo menos 73 países em todo o mundo. No Brasil, a queda vacinal criou um alerta para a volta de doenças praticamente erradicadas como o sarampo, e promove uma dificuldade na cobertura vacinal de novas substâncias, como a vacina da dengue. 

 

O Tendências para as Cidades debate os desafios da cobertura vacinal nos municípios, pontuando a necessidade de promoção de Políticas Públicas e de novas estratégias que sejam realmente eficazes, para assegurar a imunização da população.

Online

25/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
12º Políticas públicas para a população em situação de rua

É crescente o número da população em situação de rua, sendo um desafio latente para os gestores públicos. O PNPSR, instituído pelo Decreto 7.053/2009, estabelece princípios, diretrizes e objetivos para atender essa público, no entanto, até 2020, apenas 5 estados e 15 municípios aderiram ao programa. De lá pra cá, a crise política, financeira e a pandemia, promoveram um aumento de refugiados e imigrantes que favoreceu para o crescimento da PSR, somada aos milhões de brasileiros que enfrentam essa realidade.

O painel visa promover discussões sobre a efetividade das ações e os desafios enfrentados pelas cidades no colhimento da população em situação de rua, além de propor ideias para que pré-candidatos a prefeito(a) possam elaborar seus Planos de Governo.

Online

28/05/2024

10h - 12h
Requer inscrição
5º Atenção Primária à Saúde e o desafio na ampliação do acesso

Promover a Atenção Primária à Saúde é um desafio dos municípios brasileiros que precisam ampliar a cobertura da atenção básica dos serviços de saúde e favorecer um maior acesso da população. Desde 2020, o Governo Federal mantém Programa Previne Brasil, que finacia e também faz um repasse de acordo com o desempenho de cada município. No total, são avaliados sete indicadores de pré-natal, saúde da mulher, saúde da criança e doenças crônicas. 

 

Tendências para as Cidades promove neste painel uma troca de experiência sobre a Atenção Básica que pontua desafios, financiamento de serviços de saúde e elaboração de novas estratégias para os municípios.

Online

28/06/2024

10h - 12h
Requer inscrição
13º Acolhimento de imigrantes e refugiados pelos municípios

Não só os municípios de estados fronteiriços do norte ou centro-oeste, mas diversas outras cidades das demais regiões brasileiras têm registrado um aumento de refugiados, inclusive vindos de outros continentes. Um dos grandes desafios das cidades brasileiras é promover o acolhimento social e a inserção destas pessoas. Dentre todos os desafios, a inserção de crianças e adolescentes nas escolas públicas se torna um desafio para os gestores públicos.

 

A proposta deste painel é debater um panorama geral da imigração, compreender o cumprimento da Lei 13.445/17 e provocar ideias concretas que possam fortalecer as políticas públicas de acolhimento aos refugiados.

Online